Philips

Fernando Lopes: “um homem a quem o novo cinema português deve muito”

Fernando Lopes: “um homem a quem o novo cinema português deve muito”

“Ele era um grande documentarista, o ‘Belarmino’ é magnífico”, afirmou António-Pedro Vasconcelos, destacando o documentário, de 1964, que descreve como “o melhor filme feito em Portugal e em qualquer parte sobre uma personagem”.
O realizador recordou também a experiência que teve com o cineasta na revista Cinéfilo, ao lado de Fernando Lopes. “Ele era diretor e eu chefe de redação, mas foi uma experiência inesquecível; a revista teve um papel singular no panorama das artes, do espetáculo e da cultura em Portugal, o que se deve ao facto de Fernando Lopes ser esse homem capaz de construir pontes, de dialogar, de respeitar as opiniões diferentes da sua”, sublinhou.
PUB
www.pingodoce.pt/produtos/comida-fresca/encomendas/menu-seleccao-do-chef/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_campaign=menuchef