Encomendas de Comida Fresca Natal - PD

Federação Académica do Porto pede que o ensino superior “não fique esquecido” no processo de testagem

Federação Académica do Porto pede que o ensino superior “não fique esquecido” no processo de testagem

A Federação Académica do Porto emitiu esta sexta-feira um comunicado onde apela a que os “estudantes, docentes e pessoal não docente do ensino superior não fiquem esquecidos na realização de testes de rastreio à covid-19”, aquando do regresso às atividades presenciais letivas, previstas para 19 de abril. 

“No comunicado do primeiro-ministro feito ao país, na quinta-feira, a informação divulgada sobre a testagem massiva, que pretende prevenir focos e diminuir o risco de infeção no regresso ao ensino presencial, não incluiu os estudantes do ensino superior”, recorda. 

Citada na nota divulgada, Ana Gabriela Cabilhas, presidente da FAP, explica que durante o desconfinamento é importante não esquecer “o contexto específico das instituições, que irão receber estudantes deslocados, vindos de diferentes zonas do país”. 

No que respeita à retoma parcial da atividade presencial no ensino superior, o organismo considera que “a capacidade de antecipação do regime misto é essencial para reduzir o clima de instabilidade que se vive no seio da comunidade académica”. 

O objetivo, destaca, é continuar a salvaguardar a saúde dos estudantes, sem prejudicar ainda mais o seu percurso académico.  

“No ensino misto, devem priorizar-se as atividades letivas cuja parte presencial é considerada essencial, como, por exemplo, as artes plásticas, as atividades clínicas, os estágios e as aulas práticas e laboratoriais”, completa Ana Gabriela Cabilhas. 

PUB
www.youtube.com/watch?v=sGBN85XLjXI/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_campaign=natal