CIN

FC Porto goleia Boavista

FC Porto goleia Boavista

O FC Porto goleou no sábado o Boavista (5-0), em jogo referente à segunda jornada da Liga. Tecatito Corona (47m), Sérgio Oliveira (59’), Marega (67’ e 71’) e Luis Díaz (90’+2’) marcaram os golos da partida, numa noite em que o marcador do Bessa esteve nulo até à segunda parte. 

Para Sérgio Conceição, esta “foi uma segunda parte à imagem do FC Porto do ano passado, com uma grande ambição e determinação”. “Acho que a diferença teve a ver com a forma como definimos à entrada para o último terço. [O Boavista] nunca nos causou perigo, podíamos e devíamos ter ido para o intervalo já com golos. Na segunda parte, naturalmente, corrigimos uma ou outra situação em que não estávamos tão bem em termos defensivos e que foi extremamente importante para conseguirmos ferir o adversário”, completou, reforçando que foi um bom jogo da equipa, “com golos fantásticos, bonitos e trabalhados”. 

De acordo com o técnico, as substituições trouxeram imaginação e velocidade. “Foi importante pelas caraterísticas do Luis (Díaz) e também do Otávio, no corredor central. Eu senti que houve duas ou três situações em que o Matheus (Uribe) não estava tão bem no jogo, mas isso não tem a ver com a qualidade dele, só com a forma como eu estava a ver o jogo e percebi que era preciso mais criatividade e imaginação no corredor central. Dando também mais velocidade na frente de ataque, foi isso que eu preparei.” 

Penso que toda a gente sabe da importância desses momentos [bolas paradas] do jogo. Como fazem parte do jogo, nós trabalhamos tudo ao pormenor. Isso também tem o seu tempo de trabalho”, apontou ainda. 

No final, Sérgio Conceição salientou que existem jogos em que não se consegue concretizar muitas das situações que se criam, mas que no jogo com o Boavista foram felizes no que respeita a esse capítulo. 

“Somos uma equipa que se conhece muito bem, jogadores e treinador. Ouço e vejo escrito que o FC Porto joga com os mesmos jogadores. Isso é absolutamente normal, porque eu escolho quem está mais preparado para os jogos, o que não quer dizer que os novos jogadores não tenham conhecimento daquilo que se quer. Hoje foi bem demonstrativo disso, alguns jogadores novos no clube deram uma resposta positiva. Isso deixa-me muito contente, tal como a forma como os suplentes que ainda não jogaram este ano festejam os golos e vivem o jogo no banco, para mim é um motivo de grande orgulho. Há um espírito bom e saudável dentro do grupo. É um grupo competitivo que sabe que a equipa é o mais importante e isso deixa-me muito feliz”, concluiu.

PUB
Pingo Doce Sabe Bem

Viva! no Instagram. Siga-nos.