Recheio

FC Porto eterniza Quintana nas paredes do Dragão Arena

FC Porto eterniza Quintana nas paredes do Dragão Arena

O FC Porto prestou uma nova homenagem a Alfredo Quintana, o guarda-redes da equipa de andebol falecido a 26 de fevereiro, ao inscrever, no interior do Dragão Arena, uma frase do próprio.

“As memórias do que vivi aqui vão ficar bem guardadas no meu coração. Foi o FC Porto que me permitiu ser o que sou hoje”, lê-se numa das paredes laterais do pavilhão do clube.

Recorde-se que, em forma de homenagem a Alfredo Quintana, o FC Porto tinha já anunciado que deixaria de usar o número um nas camisolas da equipa de andebol.

O guarda-redes luso-cubano da equipa de andebol morreu no passado dia 26 de fevereiro, aos 32 anos, após sofrer uma paragem cardiorrespiratória quatro dias antes, durante o treino dos ‘azuis e brancos’.

Ao serviço do FC Porto, que o distinguiu com o Dragão de Ouro de Atleta de Alta Competição do Ano em 2014, Alfredo Quintana “venceu seis campeonatos nacionais, uma taça de Portugal e duas supertaças, além de ter contribuído decisivamente para as excelentes campanhas europeias das temporadas mais recentes”.

Nos últimos sete anos, depois de se naturalizar, “o guarda-redes também integrou a seleção nacional portuguesa e brilhou no Europeu de 2020 e no Mundial de 2021”. 

O jogador “distinguia-se também pelas qualidades humanas, com destaque para a alegria com que contagiava todos os que acompanhavam o seu percurso”, assinalou, na altura, o FC Porto, que agora eterniza o atleta na casa das modalidades de pavilhão do clube.

O apuramento histórico de Portugal para os Jogos Olímpicos foi também dedicado a Alfredo Quintana.

Foto: FC Porto

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/o-melhor-do-alentejo-na-sua-mesa-de-pascoa/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=080321-ta5&utm_campaign=sabebem60

Viva! no Instagram. Siga-nos.