BPI

Falta de sono pode ser razão de infelicidade, diz estudo

Falta de sono pode ser razão de infelicidade, diz estudo

A conclusão é de um grupo de investigadores da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia que ao analisarem os hábitos de sono de um grupo de 59 adultos, com idades compreendidas entre os 18 e os 35 anos, concluiu que a falta de sono pode fazer com que as pessoas se sintam menos felizes, mais preguiçosas e menos atentas.

Ao contrário da maioria dos estudos sobre o sono, que decorre em laboratórios, este concretizou-se no conforto das casas dos participantes, pelo período de sete dias. “Após três noites, os participantes foram submetidos a uma série de testes”, sendo que nas três noites seguintes, dormiram duas horas a menos do que costumavam fazer e foram submetidos a novos testes, explica o artigo divulgado pelo Notícias ao Minuto.

“Testamos a capacidade de resposta e a precisão. O tempo de reação diminuiu quando os participantes foram privados de sono, mas a taxa de erro aumentou”, salientou Saksvik-Lehouillier, uma das investigadoras do estudo, a propósito dos testes, que examinaram a atenção de cada pessoa, pedindo que identificassem a letra “x” numa série de imagens, cerca de uma hora e meia depois de os participantes acordarem.

A propósito dos sentimentos positivos e negativos dos participantes, os investigadores revelaram que não encontraram “diferenças claras no que diz respeito às emoções negativas”, mas que houve “diferenças marcantes nas positivas”. Os sentimentos positivos dos participantes tiveram pior pontuação depois de uma noite de sono reduzido e caíram ainda mais após três noites”, completou.

Dormir mal afeta a positividade e, consequentemente, os sentimentos de felicidade, daí a importância de um horário de sono regular e consistente para o bem-estar geral da sociedade, apontam os investigadores.

PUB
Pingo Doce Sabe Bem

Viva! no Instagram. Siga-nos.