PUB
Recheio 2024 Institucional

Facestore é a Startup do Ano da Universidade do Porto

Facestore é a Startup do Ano da Universidade do Porto
Criar lojas online no Facebook, garantindo que as compras são realizadas sem que o utilizador abandone a interface na rede social. Esta é a proposta da Facestore, uma startup sediada no UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da U.Porto.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Segundo nota enviada à imprensa, “o caráter inovador, os resultados e o potencial de crescimento fizeram da Facestore a vencedora do prémio Startup do Ano da Universidade do Porto”.
Pioneira no mercado, a Facestore foi fundada por Paulo Solinho Barbosa, Renato Pratas e Bruna Nunes em 2013. No total, já instalou 30 mil lojas através da sua plataforma e, só em 2016, ajudou a gerar 20 milhões de euros em transações.
De um modo geral, “os utilizadores conseguem fazer a compra, processar o pagamento sem terem de abrir novas páginas. Apesar de o conceito ter iniciado no Facebook, já é possível instalar noutras redes sociais”.
“Esta vitória foi inesperada, mas merecida! Funciona como tónico para continuar a inovar e a percorrer um caminho que coloca uma tecnologia portuguesa como uma referência mundial na indústria do e-commerce. O facto de esta distinção nos ser atribuída pela U.Porto é a melhor prova de que estamos a fazer alguma coisa bem!”, realça Paulo Solinho Barbosa, fundador e CEO da Facestore.
O prémio Startup do Ano foi entregue na segunda edição do Startup FEST, que decorreu no passado dia 15 de julho.
Organizado pelo Clube de Empreendedorismo da Universidade do Porto (CEdUP), com o apoio da Fundação Amadeu Dias e do Santander Universidades, o evento encheu a Baixa do Porto e contou com a participação de Maria Manuela Marques, da Ibersol, Ângelo Ramanho da EFACEC, Rafael Rocha da ANJE, Ricardo Valente, da Câmara Municipal do Porto, entre outros.
Ao longo de todo o dia, a festa fez-se com as cerca de 5000 pessoas que passaram pelo evento, para conhecer e contactar 30 projetos empreendedores com ligação à U.Porto.
Refira-se que a Facestore conta com escritório em Manchester e prevê, em breve, a entrada nos mercados americano e asiático. Neste momento, emprega 12 pessoas, em Portugal e no Reino Unido. Nos próximos dois anos, prevê atingir os 10 milhões de euros de faturação.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem