CMPorto

Estudo revela que portugueses têm medo que lhes falte o bacalhau

Estudo revela que portugueses têm medo que lhes falte o bacalhau

Um estudo divulgado pela organização independente Marine Stewardship Council (MSC), na data em que se assinalou o Dia Mundial dos Oceanos, revelou que “42% dos portugueses têm medo que lhes falte o bacalhau” e que “mais de metade da população (54%) já alterou os seus hábitos de consumo de pescado para proteger os mares”, como cita o Notícias ao Minuto.

Além disso, para que haja “muito mais peixe no mar”, 65% dos amantes de pescado dizem que é “vital comprar peixe e marisco de fontes sustentáveis” e 90% afirma estar disposto a “dar um passo maior pela sustentabilidade do mar e da pesca”.

Através de um inquérito realizado a mais de 20 mil pessoas de 23 países, a Marine Stewardship Council verificou ainda que “seis em cada 10 consumidores de produtos do mar já fizeram alterações na forma como escolhem e compram pescado no último ano” com o intuito de “proteger os peixes”. As alterações em causa passaram, em 23% dos casos, pela mudança de marcas ou produtos que ajudem a proteger os oceanos e os peixes, em 17% pela compra de espécies diferentes de produtos e em 15% pela mudança do local de compras.

“Para estas alterações contribui a preocupação a nível mundial de quase uma em cada três pessoas (31%) em relação à falta do seu peixe favorito dentro de 20 anos”, adianta ainda a informação.

A investigação revelou ainda os três peixes favoritos dos portugueses. No pódio, encontra-se o bacalhau, com 24%, seguindo-se, respetivamente, o salmão (13%) e, apesar de não ser um peixe, o camarão (12%).

Note-se que a Marine Stewardship Council, fundada em 1997, é uma organização que defende a pesca sustentável e proteção dos oceanos.

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/take-away/encomendas/menu-seleccao-do-chef/?utm_campaign=menuchef&utm_content=290620-menu&utm_medium=banner&utm_source=vivaporto&utm_term=banner

Viva! no Instagram. Siga-nos.