PUB
CIN Portes grátis

Escolas de saúde do Porto unidas em projeto inovador

Escolas de saúde do Porto unidas em projeto inovador

IPAlliance, o projeto “inovador e interprofissional” que junta a Escola Superior de Enfermagem do Porto (ESEP), a Escola Superior de Saúde do Politécnico do Porto e a Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, tem como objetivo a “formação conjunta de profissionais de saúde das áreas medicina, enfermagem, diagnóstico e terapêutica”.

Esta aliança tem o apoio do Plano de Recuperação e Resiliência e “pretende fomentar a partilha de recursos humanos, técnicos, científicos e materiais para a educação e formação que permitirá uma nova resposta interprofissional”, informou a ESEP em comunicado aos meios de comunicação, conforme a notícia avançada pelo Porto Canal.

Miguel Padilha, o diretor executivo da iniciativa, reitera que “esta aliança será uma plataforma partilhada entre as três instituições, capaz de enfrentar a crescente complexidade dos desafios colocados aos profissionais de saúde, contribuindo para a aceleração da transição digital na educação e formação, um fator que exige investimento na atualização e conversão de competências, estratégias pedagógicas e espaços de formação”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A colaboração entre as instituições irá permitir “aprofundar os pontos comuns em que as áreas da medicina, da enfermagem e dos técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica se complementam”. Serão ainda criados um Centro de Educação para a Saúde, que irá possibilitar “a criação e disponibilização de atividades de formação interprofissional dedicadas aos profissionais de saúde”, e três Centros de Simulação Clínica, em que o objetivo será “otimizar a qualidade e segurança das intervenções”.

O projeto é patrocinado pelo fundo Recuperar Portugal, através de fundos europeus provenientes do programa NextGenerationEU, e é “uma das plataformas disruptivas que permitirá uma resposta mais eficiente e eficaz aos novos desafios da sociedade e aos objetivos de desenvolvimento sustentável”, finaliza a ESEP.

PUB
www.pingodoce.pt/responsabilidade/bairro-feliz/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=bairro feliz&utm_term=leaderboardmobile