Recheio

Dormir pouco encurta o tempo de vida

Dormir pouco encurta o tempo de vida

que concluem que, desde a infância até a velhice, os efeitos da falta de sono podem exercer profundos efeitos negativos sobre a memória, a aprendizagem, a criatividade, a produtividade, a estabilidade emocional e a saúde física, mas também a obesidade, já que os níveis de grelina, que estimulam o apetite, são mais elevados e o metabolismo fica mais lento. O risco de doenças cardiovasculares e de acidentes vasculares cerebrais também é maior para as pessoas que dormem menos de seis horas por dia.
Um estudo japonês realizado em quase 24 mil mulheres entre os 40 e 79 anos comprovou ainda que a existência do cancro da mama foi maior naquelas que dormiam menos de seis horas diárias. Mas também segundo as mais recentes pesquisas, dormir muito contém riscos, sendo que o ideal é mesmo dormir entre sete e nove horas.

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/take-away/encomendas/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_campaign=encomendasta&utm_term=banner&utm_content=050121-encomendaschef2021

Viva! no Instagram. Siga-nos.