Sogrape

Documentário português distinguido no festival Cinèma du Réel

Documentário português distinguido no festival Cinèma du Réel

O filme, que já tinha vencido o prémio do DocLisboa para melhor primeira obra, retrata a vida de um casal de idosos, Armando e Maria Fernanda, que vivem no oitavo andar de uma torre azul com vista para o Douro, partilhando a sua “espetacular visão do mundo” – como descreve o site do festival. Trata-se da primeira longa-metragem de Pedro Filipe Marques, autor da curta-metragem “Eu, luto”. Ao longo de uma carreira que soma já mais de dez anos, o realizador já colaborou com Pedro Costa, João Botelho, Manuel Mozos ou Sérgio Tréfaut.
O prémio principal do Cinèma du Réel foi arrecadado por Emad Burnat e Guy Davidi, com 5 Broken Cameras.
PUB
www.youtube.com/watch?v=sGBN85XLjXI/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_campaign=natal