PUB
Recheio 2024 Institucional

Distrito do Porto recebe um investimento de seis milhões de euros para quatro unidades de saúde

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
A Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-N) revelou esta sexta-feira que vai investir cerca de seis milhões de euros em quatro novos edifícios para instalar até 2018 unidades de saúde nos concelhos de Gondomar, Vila Nova de Gaia, Trofa e Porto.

“Foram enviadas para publicação, em Diário da República, as portarias conjuntas (secretário de Estado do Orçamento e secretário de Estado Adjunto e da Saúde) que determinam a construção de quatro novos edifícios onde, num futuro próximo, serão instaladas as Unidades de Saúde de Baguim do Monte (Gondomar), Vilar de Andorinho (Vila Nova de Gaia), Santiago do Bougado (Trofa) e Batalha (Porto)”, lê-se num comunicado emitido pela ARS-N.
O investimento total é de 6,148 milhões e as obras para a construção do edifício da Unidade de Saúde de Baguim do Monte, em Gondomar, terão um valor de 836 mil euros, que vão ser repartidos entre os anos de 2016 (81 mil euros) e 2017 (755 mil euros).
Já as instalações da Unidade de Saúde de Vilar de Andorinho, em Vila Nova de Gaia, vão obrigar a um investimento de 1,4 milhões de euros, um valor a repartir pelos anos de 2016 (162 mil euros), 2017 (1,068 milhões de euros) e 2018 (243 mil euros).
A obra para a Unidade de Saúde de Santiago de Bougado, na Trofa, está estimada em 2,2 milhões a repartir pelos anos económicos de 2016 (162 mil euros), 2017 (1,1 milhões de euros) e 2018 (905 mil euros).
O investimento para a Unidade de Saúde da Batalha, no centro do Porto, está estimado em 1,6 milhões de euros, um valor que vai ser repartido pelos anos de 2016 (162 mil euros), 2017 (1,1 milhões de euros) e 2018 (243 mil euros).
A ARS-N acrescenta que “estas novas instalações, muito ansiadas pelas populações, vêm consolidar o princípio da defesa na resposta à melhoria contínua no âmbito do Serviço Nacional de Saúde, adequando os recursos disponíveis às necessidades crescentes das populações”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem