BPI

Défice orçamental de 6,8% no primeiro semestre

Défice orçamental de 6,8% no primeiro semestre

De acordo com o INE, apesar de se ter verificado “uma redução significativa da despesa corrente, o saldo corrente não evidenciou melhoria em consequência da evolução negativa da receita corrente”. Em termos homólogos, as variações mais significativas da receita corrente foram registadas “ao nível dos impostos sobre a produção e a importação e das contribuições sociais”.
De recordar que a primeira meta do défice estabelecida para este ano com a “troika” era de 4,5 por cento do PIB, tendo passado para os 5 por cento, na sequência da quinta avaliação do Programa de Assistência Económica e Financeira.

PUB
Pingo Doce Sabe Bem

Viva! no Instagram. Siga-nos.