Encomendas Comida Fresca Novembro - PD

Conheça as frutas e legumes que deve consumir este mês

Conheça as frutas e legumes que deve consumir este mês

Numa altura em que são cada vez mais os consumidores a privilegiar o consumo de frutas e legumes da época, a VIVA! diz-lhe quais são os produtos associados ao mês de março e que, por isso, deve ingerir em maior quantidade. Desta forma, além de estar a reduzir a pegada ecológica e a extrair todo o sabor do fruto e/ou legume, está também a potenciar o seu sistema imunitário.

As frutas características do terceiro mês do ano são a laranja, o kiwi, a maçã, a pera, a tangerina, o ananás e a banana. Por sua vez, no que respeita aos legumes, o destaque vai para produtos como a abóbora, a acelga, o agrião, o aipo, a alface, a beterraba, os brócolos, a cebola, a cenoura, as ervilhas, os espargos, os espinafres, os grelos, o nabo, o funcho, o rabanete e a rúcula.

Contudo, antes de os consumir é importante saber quais são os seus principais benefícios. Os dados são baseados em informações divulgadas pela Deco Proteste.

Frutas

Laranja – Muito rica em vitamina C; Relativamente rica em cálcio, magnésio, potássio, vitaminas do grupo B e provitamina A.

Kiwi – Alto teor em fibra e minerais (cálcio, ferro, magnésio e cobre); Rico em vitaminas C, A e E; As suas sementes ajudam a estimular o trânsito intestinal.

Maçã – Fonte de vitaminas A, C, E e B9 (ácido fólico); Rica em fibras (pectina) e no antioxidante quercitina; Contém potássio e magnésio.

Pera – Rica em água, fibras e provitamina A (betacaroteno);

Tangerina – Rica em vitamina C; Bom aporte de ácido fólico (vitamina B9), tiamina (Vitamina B1) e potássio; Possui bastante água, o que a torna pouco calórica.

Ananás – Muito digestivo e diurético; Rico em vitamina C e potássio e pobre em sódio; Contém muita água e poucas gorduras, possuindo baixo valor calórico.

Banana – Muito rica em potássio e magnésio; Fácil de digerir;Tem um valor calórico superior à maioria das frutas, devido ao seu elevado teor em açúcares.

Legumes

Abóbora – Pobre em calorias; Possui uma quantidade moderada de fibra; Rica em carotenos e vitaminas A, C e E.

Acelga – Rica em água e pobre em calorias; Bom teor de vitaminas do grupo B, como o ácido fólico (B9), A e C e carotenoides; Contém cálcio, fósforo, potássio e fibra.

Agrião – Baixo valor calórico; Rico em vitamina A, C e ácido fólico (B9); Possui bastante cálcio, ferro, potássio, fósforo e fibra.

Aipo – Rico em nutrientes como o potássio, as fibras e as proteínas; Possui ainda vitamina A, vitamina B6, vitamina C, cálcio, ferro, fósforo e magnésio.

Alface – Possui vitaminas A e B9 (ácido fólico) e minerais como potássio, cálcio e ferro; É refrescante; Tem efeitos diuréticos.

Beterraba – Elevado teor em antioxidantes; Rica em vitaminas A, C e B, e minerais como magnésio, cálcio, potássio e ferro; Contém fibras.

Brócolos – Ricos em vitamina C, se não forem cozidos durante muito tempo numa grande quantidade de água; Possuem outras vitaminas hidrossolúveis (do grupo B) e minerais como potássio, cálcio, magnésio e ferro; Teor significativo de fibra.

Cebola – Pobre em calorias; Crua tem efeito diurético e cozida combate a prisão de ventre; Contém vitaminas do grupo B, como tiamina (B1), piridoxina (B6) e ácido fólico (B9), e vitamina C.

Cenoura – Pobre em calorias; Elevado aporte em vitamina A e carotenos; O potássio é o mineral mais abundante; Rica em fibra.

Ervilhas – Rica em proteínas; Quando fresca, contribui com vitaminas do grupo B, como a tiamina (B1) e o ácido fólico (B9), e vitamina C; Apresenta um teor importante de fibra, potássio, ferro e fósforo.

Espargos – Tem elevada proporção de água; Rico em potássio e fósforo e pobre em sódio; Bom teor de ácido fólico (B9), betacarotenos e vitaminas C e E; Diurético.

Espinafres – Baixo valor energético; Ricos em vitamina A, ácido fólico (B9) e vitamina C; Contêm minerais como potássio, cálcio e magnésio; Possuem muita fibra e poucos açúcares.

Grelos – Contêm muita água, vitamina A, ácido fólico (B9) e cálcio; Baixo teor em macronutrientes e valor energético; Particularmente ricos em vitamina C.

Nabo – Baixo teor em macronutrientes e poucas calorias; Rico em compostos sulfurados, que são excelentes antioxidantes, e potássio; Fornece grandes quantidades de vitamina C, sobretudo em cru.

Funcho – Tem baixo teor calórico; Contém cálcio, ferro, magnésio, fósforo, cobre, potássio e manganês; Boa fonte de fibra e vitamina C.

Rabanete – Fonte de fibra, minerais (potássio) e vitaminas C e B9 (ácido fólico).

Rúcula – Alto teor em água; É uma boa fonte de fibra, vitaminas A, B9 (ácido fólico) e C; Dos minerais, destaca-se o potássio, o cálcio, o fósforo e o ferro.

PUB
www.youtube.com/watch?v=sGBN85XLjXI/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_campaign=natal