Sogrape

Confinamento leva portugueses a aderir a cursos online

Confinamento leva portugueses a aderir a cursos online

A pandemia de covid-19 e o consequente confinamento que dela adveio trouxe um novo passatempo aos portugueses: os cursos online, releva o novo estudo da Fixando. 

Dos inquiridos pela plataforma, 28% revelou já ter realizado formações online, sendo que, destes, 79% “submeteu-se especificamente a esta fórmula de ensino, em que tiveram maior vontade de se especializar ou desempenhar uma nova função devido ao tempo livre proporcionado pela quarentena”. 

Segundo os dados divulgados, 74% dos portugueses admitiu considerar estes cursos uma “ferramenta imprescindível” para se instruir sobre vários temas a curto prazo, sendo que mais de metade (55%) garantiu que já pondera mesmo tirar uma nova formação nos próximos tempos. 

Gestão (17%), artes visuais (12%), informática e softwares (11%) e humanidade e literaturas (9%) são, de acordo com o inquérito, as áreas de ensino mais procuradas atualmente pelos utilizadores.  

Os resultados mostraram ainda que 95% dos portugueses faz um “balanço positivo” destas formações, considerando-as “extremamente úteis”.

Viva! no Instagram. Siga-nos.