PUB
Recheio 2024 Institucional

Concelho de Valongo vai ter Loja do Cidadão a partir de maio

Concelho de Valongo vai ter Loja do Cidadão a partir de maio
O concelho de Valongo terá a partir de maio uma Loja do Cidadão, disse esta quinta-feira o presidente da câmara, José Manuel Ribeiro, que assim dará uso a um edifício até aqui desaproveitado na freguesia de Ermesinde.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A Loja do Cidadão vai nascer no Edifício Faria Sampaio, um espaço no ‘coração’ da freguesia mais populosa do concelho de Valongo que nunca foi utilizado na sua totalidade mas que terá custado, segundo disse em julho do ano passado o presidente da câmara, quatro milhões de euros.
Para a instalação da Loja do Cidadão e conclusão do edifício foram agora investidos 900 mil euros, verba comparticipada por fundos comunitários.
Na nova Loja do Cidadão de Valongo estarão instalados balcões do Instituto da Segurança Social, Instituto dos Registos e do Notariado, Autoridade Tributária, bem como serviços da autarquia, nomeadamente um Gabinete de Apoio ao Munícipe e um Espaço do Cidadão.
Pedir um Cartão Europeu de Seguro de Doença ou alterações de morada e NIB de beneficiário são algumas das tarefas que poderão ser feitas no balcão da Direção Geral de Proteção Social aos Funcionários e Agentes da Administração Pública (ADSE).
A Caixa Geral de Aposentações também estará presente, bem como a Autoridade para as Condições do Trabalho, a Direção Geral do Consumidor ou o Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana e o Instituto de Emprego e Formação Profissional que partilharão instalações com os serviços da Be Water – Águas de Valongo.
José Manuel Ribeiro destaca a “localização estratégica” da loja que acredita será “uma mais-valia não só para os munícipes de Valongo, mas também para os habitantes dos concelhos vizinhos”.
“Estimamos que mais de 200 mil pessoas por ano possam aqui tratar de inúmeros assuntos com toda a comodidade, num edifício moderno e funcional, reabilitado para o efeito, próximo das suas residências ou locais d trabalho”, refere o autarca.
O presidente da câmara considera que a abertura desta Loja do Cidadão é “mais um objetivo cumprido no processo de modernização administrativa em curso” no concelho e destaca que esta abertura ficará completa com os seis espaços do cidadão que estão a ser espalhados por todas as freguesias.
A inauguração está agendada para 6 de maio.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
PD-Bairro Feliz