CIN - VinylMatt

Colectiva Ocupação, Fado Bicha e Duck March entre as primeiras confirmações do MEXE

Colectiva Ocupação, Fado Bicha e Duck March entre as primeiras confirmações do MEXE

Chegaram esta quarta-feira as primeiras confirmações para a 5ª edição do MEXE – Encontro Internacional de Arte e Comunidade, que se realiza, no Porto, entre os dias 16 e 22 de setembro. Em linha com a urgência dos temas que têm ocupado a atualidade, confirmam-se as presenças de Colectiva Ocupação, Fado Bicha e Duck March, anunciou a organização.

O evento, centrado nas práticas artísticas, assume-se como um espaço de debate sobre “o comum”, tema desta edição, “como nos situamos numa vivência coletiva contaminada pelo êxtase do sucesso e o imperialismo do individual e suas necessidades? Depois da desilusão com diferentes configurações políticas, o que nos inspira no hoje e no futuro?”, questiona Hugo Cruz, diretor artístico do MEXE.

À semelhança de edições anteriores, a programação do festival integrará, ainda, uma seleção de projetos oriundos de um open call. No total foram recebidas, 270 candidaturas de 32 países nas áreas da Apresentação (espetáculos, instalações, performance), Formação (oficinas) e Documentários.

Mas a edição 2019 apresenta uma novidade: a MEXE Casa, uma “proposta que dará a oportunidade a não moradores do Porto de viverem o encontro em maior proximidade com os coletivos, artistas, equipa e comunidade que a cada ano o constrói”. De acordo com o comunicado enviado pela organização, o MEXE Casa integra alojamento, alimentação e bilhetes a preços especiais num desafio de viver em “Comum” e estará disponível no site do evento muito em breve.

Veja, aqui, o teaser do MEXE 2019.

 

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=peixe&utm_campaign=sabordomes