PUB
Recheio 2024 Institucional

Circo contemporâneo vai animar a Baixa do Porto

Circo contemporâneo vai animar a Baixa do Porto
Na quinta-feira, às 12h, no Jardim das Oliveiras, três atores vão interpretar um excerto de “E-nxada”, peça que estreia a 19 de abril no Teatro Carlos Alberto (TeCA).

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

De forma a antecipar a estreia no TeCA – agendada para dia 19 de abril –, os três atores do espetáculo vão, na quinta-feira, dia 13 de abril, às 12h, até ao Jardim das Oliveiras para, durante 30 minutos, apresentarem um excerto de “E-nxada”, nomeadamente uma cena de malabarismos com bolas e varas.
Com direção artística e conceção plástica de Vasco Gomes e Julieta Guimarães, “E-nxada” remete para a “desconstrução da ruralidade, sob o ponto de vista urbano e contemporâneo, já que associa, de forma poética, uma ferramenta de trabalho da terra com os objetos eletrónicos do nosso quotidiano”, lê-se na sinopse da peça criada pelas companhias Erva Daninha e Binaural/Nodar.
“E-nxada” surgiu a partir de um projeto com um grupo de alunas da Escola Secundária de São Pedro do Sul. Durante o ano passado, houve um conjunto de apresentações das várias fases do trabalho com a comunidade. No entanto, o resultado final só agora será pela primeira vez apresentado num palco formal –  o TeCA.
O espetáculo de circo contemporâneo, dedicado a todos os públicos (maiores de três anos), é baseado numa instalação plástica e sonora e tem a enxada – símbolo de trabalho primário, de repetição e equilíbrio e de ligação entre o passado e o presente – como elemento central.
A récita de estreia, a 19 de abril, vai contar com a participação ao vivo dos Cantares de Carvalhal de Vermilhas, de Vouzela.
A peça de circo contemporâneo vai estar em cena até 23 de abril: quarta-feira, às 21h, quinta e sexta-feira, às 11h e 15h, e no sábado e domingo, às 16h.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
PD- Literarura Infantil