CIN - Branco Perfeito

Cemitério da Lapa volta a ser palco de visitas guiadas

Cemitério da Lapa volta a ser palco de visitas guiadas

A Irmandade de Nossa Senhora da Lapa organiza, pelo quarto ano consecutivo, o ciclo de visitas guiadas ao Cemitério da Lapa. Com início marcado para este sábado, 1 de junho, a edição deste ano contempla duas visitas noturnas e conta com a participação de vários historiadores emblemáticos.

A primeira sessão arranca com o historiador Germano Silva, às 10h30, e tem como tema “Os Liberais”. Segue-se, no dia 15 de junho, às 21h30, a sessão “Por entre mestres pedreiros e canteiros” que será conduzida por Francisco Queiroz. O ciclo de visitas continua em julho, mês em que, no dia 6, vão ser abordados os “Percursos transatlânticos da burguesia portuense”, a 13 a “Simbologia Maçónica” e a 20 a “Estatuária Romântica” por Jorge Ricardo Pinto, Sérgio Veludo e Francisco Queiroz, respetivamente. O dia 8 de setembro marca o encerramento desta edição com a visita “Um Cemitério nos Caminhos de Santiago”, às 10h30, ao cuidado de Joel Cleto.

Todas as visitas são gratuitas, carecendo, contudo, de inscrição prévia, que pode ser feita junto dos serviços da Irmandade, atarvés do telefone 22 550 28 28 ou do seu site oficial.  

Recorde-se que o Cemitério da Lapa é o mais antigo da cidade e o mais antigo cemitério romântico português. Os jazigos-capela, por exemplo, constituem importantes elementos ilustrativos da arte funerária do século XIX e, em muitos delas, estão sepultadas personalidades como os escritores Arnaldo Gama, Camilo Castelo Branco e Soares de Passos, o arquiteto Marques da Silva, o bispo D. Manuel de Santa Inês, o industrial e político liberal José Ferreira Borges e o publicista Raul de Caldevilla, indicam os promotores em comunicado.

PUB
 www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=092022-bifedeatum&utm_campaign=sabordomes