Sogrape

CEiiA acolhe teste de primeira tecnologia internacional na ZLT de Matosinhos

CEiiA acolhe teste de primeira tecnologia internacional na ZLT de Matosinhos

O CEiiA acolheu, esta quinta-feira, na Zona Livre Tecnológica (ZLT) de Matosinhos, o primeiro teste internacional de uma solução inteligente de controlo de estacionamento da empresa VisionWare, no âmbito do projeto europeu SCENE (Smart City on the Edge Network Enhancement), apoiado pelo Horizonte 2020.

“Depois do projeto WeShare by AYR do CEiiA e da solução 5G para vigilância de praias e zonas costeiras da NOS, a ZLT de Matosinhos foi palco do teste de uma tecnologia inovadora, que permite detetar infrações de estacionamento, com o objetivo de aumentar a eficácia da resposta das autoridades locais e melhorar a mobilidade em contexto de cidade”, realça o comunicado enviado à VIVA!.

Os testes, que decorreram durante dois dias, fizeram uso de um “protótipo de sensor” e “permitiram validar a capacidade de captar imagens de estacionamento abusivo e de as comunicar corretamente”, em conformidade com a legislação de proteção de dados. “O sensor testado integra um novo conceito de plataforma IoT móvel segura para aplicações de cidades inteligentes, com base em redes de transportes públicos, que está a ser desenvolvido pelo consórcio europeu SCENE.”

De acordo com José Pedro Rodrigues, vereador da Mobilidade e Proteção Civil de Matosinhos, “trata-se da afirmação internacional da Zona Livre Tecnológica de Matosinhos, a primeira criada em Portugal, como palco de teste de tecnologias disruptivas com contributos para a mobilidade e descarbonização das cidades”.

Recorde-se que a ZLT, uma parceria entre o CEiiA e o Município de Matosinhos, é um espaço delimitado geograficamente em ambiente urbano, que “consegue replicar as condições reais do metabolismo da cidade, para a demonstração, experimentação e teste de novas tecnologias, produtos e serviços que respondam aos desafios societais de futuro”.

Neste espaço, pretende-se a “otimização das tecnologias” face à sua operação em contexto real, nomeadamente a interação com as infraestruturas físicas, digitais e sociais da cidade assim como a “definição de regulamentação experimentalista eventualmente necessária para promover a produção, comercialização e utilização dos novos produtos e serviços”.

Esta iniciativa vem demonstrar a capacidade da Zona Livre Tecnológica de Matosinhos para atrair testes de start-ups e empresas estrangeiras para Portugal, promovendo o empreendedorismo e a captação de investimento direto estrangeiro.

PUB
www.pingodoce.pt/responsabilidade/premio-literatura-infantil/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_campaign=pli