Sogrape

CDU denuncia “fracasso” na reabilitação do Centro Histórico

CDU denuncia

Para o vereador comunista, é preciso fomentar um mercado social de arrendamento, medida que considera não estar a ser colocada em prática pela SRU. “O caso dos fogos reabilitados existentes para venda desde 2010 no quarteirão do Corpo da Guarda é disso evidente, com preços a variarem entre os 170 mil euros e os 275 mil euros, tendo a Porto Vivo-SRU apenas vendido um dos dez fogos e entregado os outros a um agente imobiliário”.
Pedro Carvalho notou ainda que “o processo de reabilitação existente tem decorrido muito lentamente, ficando significativamente aquém das expetativas mas, principalmente, das necessidades da cidade”. Dados oficiais revelam que, nos últimos 20 anos, o centro histórico do Porto perdeu 64 por cento da população, ou seja, “perdeu população ao ritmo quase três vezes superior ao da cidade no seu conjunto”, sublinhou o vereador.
PUB
 www.pingodoce.pt/responsabilidade/bairro-feliz/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=votacao&utm_campaign=bairrofeliz