CIN

Vasco Lourenço: "os eleitos já não representam o povo"

Vasco Lourenço:

Para o revolucionário, a atual situação do país não é animadora. “Queremos contribuir para por termo ao estado a que isto chegou, como disse Salgueiro Maia”, referiu, acrescentando que, tendo em conta a situação de Portugal, é fundamental “dizer não”.
Em relação ao comentário de Pedro Passos Coelho e do PP – de que a atitude dos capitães de Abril estaria associada a uma vontade de protagonismo – Vasco Lourenço reagiu: “não somos donos do 25 de Abril. Ele é do povo”, afirmou. O...

Ver Mais

Televisão analógica termina esta quinta-feira

Entre a compra de novas televisões e descodificadores, estima-se que as famílias portuguesas tenham gasto perto de 400 milhões de euros, desde o início do ano passado. Por sua vez, o Estado recebeu das operadoras de telemóveis pouco mais de 300 milhões de euros pela libertação de espaço rádio-elétrico com a passagem para a TDT, que vão usar para a tecnologia 4G.
A liderar o processo da TDT junto das populações, a Anacom afirma que muitas pessoas dizem não ter feito qualquer esforço para tentar saber se o seu televisor...

Ver Mais

Rui Rio admite não ter dinheiro para reabilitar bairros sociais

Perante o cenário de austeridade que o país atravessa, Rio destacou a necessidade de se estabelecerem “prioridades” de intervenção.
Em resposta a uma proposta de recomendação do PS, que pretendia que a autarquia fizesse, num prazo de 90 dias, um “plano calendarizado para intervenção no bairro do Bom Pastor e no espaço público”, Rui Rio explicou que, tendo em conta a existência de tantos bairros, não é possível dar prioridade ao destacado, sendo que essa tarefa estará a cargo da empresa municipal...

Ver Mais

Clássico de Shakespeare estreia na Capital Europeia da Cultura

Clássico de Shakespeare estreia na Capital Europeia da Cultura

A obra estará em cena no Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor, no sábado e no domingo.
A atual encenação representa um contraponto entre o que é enunciado e a realidade dos factos, revelando uma cidade repleta de corrupção e onde os hábitos mais genuinamente humanos são a calúnia, a preguiça e a cobardia.

Ver Mais

Protocolo com farmácias de Gaia ajuda carenciados

46 das 65 farmácias do município celebram protocolo com a autarquia para a cedência gratuita de medicamentos a carenciados.

O presidente da Câmara de Gaia, Luís Filipe Menezes, afirmou ontem que as dificuldades que o país atravessa “obrigam o Estado a transferir para a sociedade” a assunção de responsabilidades da área da ação social. Menezes celebrou um protocolo com 46 das 65 farmácias do município, que tem por objetivo “estabelecer condições” de cedência gratuita de medicamentos a...

Ver Mais

Movimento Es.Col.A pode ir para Gaia

Movimento Es.Col.A pode ir para Gaia

No final da reunião, Eduardo Vítor afirmou aos jornalistas que o presidente da Câmara, Luís Filipe Menezes, “aceitou discutir a proposta” na próxima reunião do executivo, que decorrerá no dia 30 de abril. Segundo o vereador, a ideia do executivo de Gaia “não é tentar um transplante artificial de um movimento que tem um contexto muito específico” mas sim, reconhecendo que a viabilidade do movimento começa a ficar  reduzida no Porto, “assumir uma alternativa em Gaia”.

Ver Mais

Baleado mantém-se em coma

Baleado mantém-se em coma Homem ferido nos confrontos de domingo, no Bairro do Cerco do Porto, internado no São João, mantém prognóstico reservado e vítima do Hospital de Pedro Hispano continua “estável”.

Uma das vítimas de disparos, no domingo à tarde, no Bairro do Cerco, no Porto, mantém-se na Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital de São João “em coma e com prognóstico muito reservado” disse fonte hospitalar. A segunda vítima, transportada para o Hospital de Pedro Hispano, Matosinhos, está “estável e fora de...

Ver Mais

Conselheiros do Sporting questionam permanência de Pereira Cristóvão

O vice-presidente procurou, então, responder às questões colocadas pelos conselheiros. Em declarações à Lusa, um dos conselheiros presentes informou que Pereira Cristóvão reafirmou várias vezes a sua inocência e sustentou repetidamente a decisão de se manter em funções com a convicção de que se virá a provar que a razão está do seu lado.
O ex-inspetor da Polícia Judiciária e mais duas pessoas foram constituídos arguidos no âmbito de uma investigação por denúncia caluniosa qualificada. Na base da investigação...

Ver Mais

Viva! no Instagram. Siga-nos.