PUB
Philips S9000

Eduardo Vítor Rodrigues quer prioridade para formação escolar e profissional

Eduardo Vítor Rodrigues quer prioridade para formação escolar e profissional

tendo já delineado a sua estratégia para esta área. Para o candidato, “as prioridades para contrariar este ciclo passam por uma aposta na formação escolar e profissional, desenvolvida em articulação com as escolas de Gaia, e também pela criação de incubadoras de empresas vocacionadas para jovens”.
Outra das preocupações do candidato diz respeito à gestão das Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC), que Eduardo Vítor Rodrigues já anunciou que pretende manter no próximo ano letivo, mesmo que não haja apoio do...

Ver Mais

Menezes pretende descida de impostos de acordo com dinamização da economia

Menezes pretende descida de impostos de acordo com dinamização da economia

Ou seja, explicou o candidato, “se calhar vamos ter que descer o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), mas os 55 mil portuenses que vivem nos bairros sociais não beneficiam com a descida do IMI, os 25% dos cidadãos idosos, muitos dos quais estão a viver em ilhas, não beneficiam com a descida do IMI. Temos que olhar para outros impostos que tem a ver com a maioria dos cidadãos, com os consumidores em geral e com a atividade económica”.
“Acho que deveremos ver se podemos dar um toquezinho no IRS, naquilo que é a...

Ver Mais

Guilherme Pinto quer juventude participativa na vida autárquica

Guilherme Pinto quer juventude participativa na vida autárquica

Esta plataforma nasce com o objetivo de mobilizar a camada mais jovem da população para a importância de desempenhar um papel ativo nas eleições autárquicas de 29 de setembro, desafiando-a, assim, a ser um agente de mudança. Gulherme Pinto pretende, ainda, que os jovens façam parte da história da comunidade, contribuindo para todo projeto que a sua candidatura à autarquia matosinhense abarca.

Ver Mais

Rui Moreira quer melhorar refeições escolares

Rui Moreira quer melhorar refeições escolares

O argumento contrapõe-se à alternativa, “populista e impossível de cumprir” de Luis Filipe Menezes que consistia em oferecer manuais escolares a todos os alunos do ensino obrigatório, o que custaria mais de 11 milhões de euros, no Porto. De acordo com Rui Moreira, a conclusão de um  relatório oficial, publicado recentemente na comunicação social, que vem demonstrar que o rendimento escolar melhora se as crianças tiverem tomado o pequeno-almoço às crianças, mostra que os seus argumentos são “mais coerentes e...

Ver Mais

Candidato socialista defende articulação de respostas entre IPSS e Câmara

Candidato socialista defende articulação de respostas entre IPSS e Câmara

O candidato socialista pretende, assim, melhorar os apoios sociais à população através de uma melhor aplicação dos meios disponíveis, apostando na coordenação, optimização e combate às redundâncias e desperdícios nesta área, nomeadamente pela criação de equipas mistas de apoio social entre as IPSS da cidade e os serviços da autarquia.
Tendo as crianças e os idosos como principais alvos de apoio, a Ajudaris desenvolve com sucesso vários projetos de combate à fome, à pobreza e exclusão social, já reconhecidos...

Ver Mais

Menezes que combater “centralismo de Lisboa”

Menezes que combater “centralismo de Lisboa”

[o slogan da sua candidatura], tem de ser um Porto que não precisa de negociar internamente para bater o pé ao centralismo de Lisboa”. O ainda presidente da Câmara de Gaia, anunciou os treze nomes da lista que concorre à autarquia portuense, mais sete suplentes, e os treze da lista para a Assembleia Municipal, encabeçada por José Pedro Aguiar-Branco, atual ministro da Justiça. O número dois na lista de Menezes para a câmara é o advogado Amorim Pereira. A terceira posição é ocupada pela democrata-cristã Mónica Baldaque,...

Ver Mais

PSD quer investimento social e empreendedorismo em Matosinhos

PSD quer investimento social e empreendedorismo em Matosinhos

Entre as estruturas a criar, Pedro da Vinha Costa, candidato do PSD, propõe a Agência de Investimento Municipal, a Plataforma de Inovação Social, um Fundo de Investimento Social e uma escola de hotelaria em Matosinhos. O social-democrata quer ainda, em colaboração com o IEFP, desenvolver programas de orientação vocacional nas escolas para apoio aos jovens na escolha das suas saídas profissionais e criar, em colaboração com as juntas de freguesia, gabinetes de emprego local.
A candidatura propõe ainda o lançamento do...

Ver Mais

Menezes quer observatório permanente para bairros sociais

Menezes quer observatório permanente para bairros sociais

Ouvindo os lamentos dos moradores, o candidato do PSD prometeu criar “de imediato”, caso venha a ser eleito presidente da câmara do Porto, um “observatório” com “técnicos permanentes a trabalhar nos bairros” de modo a tornar os atuais aglomerados em “urbanizações de classe média”.
Menezes disse estar mais preocupado “com as pessoas do que com as paredes”, descrevendo os flagelos sociais que tem vindo a encontrar nas suas visitas aos bairros portuenses, e avançou com medidas que quer ver no terreno. “O que...

Ver Mais

Pizarro quer requalificar jardins dos bairros sociais

Pizarro quer requalificar jardins dos bairros sociais

a cidade fique mais verde, as pessoas se sintam mais felizes, tenham mais qualidade de vida e contribuindo ainda para criar emprego local”, afirmou Pizarro durante a apresentação de um plano de requalificação dos jardins dos bairros do Porto.
O candidato lembrou que na cidade do Porto existem 36 jardins em bairros sociais, distribuídos por seis freguesias, num total de cerca de 76 hectares (equivalentes à dimensão do Parque da Cidade) que “estão hoje completamente degradados, ao abandono e em muitos casos têm ratos,...

Ver Mais

Pedro Vinha da Costa quer criar emprego em Matosinhos

Pedro Vinha da Costa quer criar emprego em Matosinhos

“Nós não consideramos que compita à Câmara Municipal resolver o problema do desemprego, que infelizmente é um problema nacional. Agora eu não me resigno a cruzar os braços e a dizer que este não é um problema nosso e a chutar para a administração central”, explicou. Na opinião do candidato social-democrata ”o concelho de Matosinhos não está preparado para combater o problema do desemprego porque ao longo de 37 anos a aposta feita foi na desindustrialização do concelho”.
Entre as propostas apresentadas, que...

Ver Mais

Guilherme Pinto recandidata-se para “ativar cidadania”

Guilherme Pinto recandidata-se para “ativar cidadania”

Para o independente, que em fevereiro se desfiliou do Partido Socialista – pelo qual foi eleito como presidente da Câmara no mandato que ainda decorre – por este ter escolhido António Parada como candidato à autarquia, a sua recandidatura significa também que, “em tempos difíceis não nos podemos limitar ao protesto e à surdez dos partidos face às aflições do povo. Perante o que sentem os cidadãos, nós temos que procurar respostas diferentes e estamos aqui para o afirmar”, diz.
Guilherme Pinto salientou,...

Ver Mais

Soeiro quer manter Bolhão como mercado tradicional

Soeiro quer manter Bolhão como mercado tradicional

, candidato do BE à Câmara do Porto, que defendeu a manutenção dos frescos no Bolhão, contrariando a lógica de levar para este tipo de mercado “aquelas cadeias que operam em todo o mundo”.
De acordo com o candidato, o projeto da DRC-N, orçado em 20 milhões de euros e apresentado pela primeira vez em 2010, respeita quer “o traço arquitetónico” quer “a alma do Bolhão, que é um mercado de frescos”. Existem duas características fundamentais que Soeiro entende que precisam de ser preservadas na recuperação e...

Ver Mais

Guilherme Aguiar admite subsidiar quem precisar de casa

Guilherme Aguiar admite subsidiar quem precisar de casa

A solução para responder aos problemas de habitação pode passar, segundo Guilherme Aguiar, por “um modelo de apoio do município às famílias que não conseguem ter habitação própria” e que “pode ser uma subvenção”. O independente afirma que essa possibilidade é mais barata do que andar “a construir empreendimentos e, sobretudo, depois andar a geri-los”. No entanto, não deixa de advertir que “primeiro é preciso saber das necessidades e, em seguida, das capacidades do município” Paralelamente, Guilherme Aguiar...

Ver Mais