Philips

Sugestões Casa da Música

Sugestões Casa da Música

Fado à Mesa
25 setembro, sexta-feira, 20h30, Restaurante | 39,5€ (inclui Jantar)
Com Soraia, António Laranjeira e Diogo Aranha.
Mensalmente, o Restaurante Casa da Música torna-se uma verdadeira Casa de Fados, em que o fado é “servido à mesa” por intérpretes de eleição, honrando a nossa melhor tradição, mas também a contemporaneidade da canção portuguesa por excelência.

A Quarta de Beethoven
25 setembro, sexta-feira, 21h, Sala Suggia | 7,5 €
Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música
Baldur Brönnimann direção musical
Susanna Andersson soprano
Santiago Ballerini tenor
Joana Valente meio-soprano
André Baleiro barítono
Wolfgang Amadeus Mozart Abertura e árias de As Bodas de Fígaro
Gaetano Donizetti Árias e dueto de O elixir do amor
Ludwig van Beethoven Sinfonia n.º 4
A invulgar leveza e o carácter lúdico da “Quarta Sinfonia” surpreendem quando pensamos no génio conturbado e intempestivo do compositor que a escreveu. Apesar de se ter tornado uma das sinfonias menos conhecidas de Beethoven, esta não é de modo algum uma obra menor, mantendo a inventividade arrojada que imortalizou o seu génio. A precedê-la, neste concerto, ouvimos melodias inesquecíveis imaginadas por dois autênticos génios da ópera, Mozart e Donizetti. As vozes são de um elenco de luxo que entre si divide presenças em grandes palcos internacionais, prémios prestigiados e, mais do que tudo, a entrega completa às personagens de “As Bodas de Fígaro” e “O Elixir do Amor”, óperas cómicas que se mantêm entre as mais interpretadas no mundo.

Mão Morta
26 setembro, sábado, 22h, Sala Suggia | 7,5 €
Ao longo das três últimas dé¬cadas os Mão Morta dividiram opiniões, criaram hinos geracionais, editaram 15 álbuns de originais e tornaram-se uma referência de culto no rock nacional. “No Fim Era o Frio”, o mais recente longa-duração da banda de Braga, foi considerado pela imprensa especializada como “melhor disco de 2019”. O seu repertório preenche parte deste concerto, juntamente com clássicos que nenhum fã dispensa.

Banda Sinfónica Portuguesa
27 setembro, domingo, 12h, Sala Suggia | 7,5 €
Douglas Bostock direção musical
Luís Duarte Moreira trompa
«Symphonic Winds»
Aaron Copland Fanfare for the Common Man
Igor Stravinsky Symphonies of Wind Instruments
Ralph Vaughan Williams “Scherzo alla marcia” from Symphony No. 8
Václav Nelhýbel Concerto for Horn and 16 Instruments
Joaquín Rodrigo Adagio para orquesta de instrumentos de viento
Malcolm Arnold Water Music Op. 82
O fascínio pela sonoridade das orquestras de sopros é transversal a compositores de toda a parte. Inaugurando o regresso à Sala Suggia com o célebre hino do norte-americano Copland, a BSP percorre a marcha bem humorada e brilhante do britânico Vaughan Williams e a partitura carregada de sabor hispânico de Joaquín Rodrigo, remetendo-nos para o ambiente do famoso concerto para guitarra que imortalizou o compositor. Quem não escondeu nunca a sua afeição especial pelos instrumentos de sopro foi Igor Stravinski, que construiu um verdadeiro mosaico sonoro onde demonstra toda a sua mestria. Na estreia europeia do concerto para trompa do checo Václav Nelhýbel, a Banda Sinfónica Portuguesa convida o premiado trompista português Luís Duarte Moreira e encerra o programa com a obra que o sinfonista inglês Malcolm Arnold escreveu para ser especificamente tocada dentro de um barco, uma proposta similar que o seu compatriota Haendel recebera há 300 anos.

Rui Massena
30 setembro, quarta-feira, 21h30, Sala Suggia | 30 € – 40 €
Em novembro de 2014, ainda sem disco gravado, Rui Massena fez o seu primeiro concerto a solo na Casa da Música. Cinco anos e três álbuns depois, confessa que precisa de voltar a escutar as suas canções ao piano: “Quero ouvir como o silêncio mudou, como se alterou a visão da minha própria música, como a minha alma mudou. Quanto tempo tem agora cada música, cada gesto, cada reacção, cada aplauso. Senti-lo. Percebê-lo e deixar-me ir”.

A Sagração da Orquestra
2 outubro, sexta-feira, 21:00, Sala Suggia | 21 € – 26 €
Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música
Baldur Brönnimann direção musical
Daniel Moreira Concerto para orquestra (estreia mundial; encomenda Casa da Música)
Maurice Ravel Bolero
Igor Stravinski A Sagração da Primavera
A comemoração dos 20 anos da formação sinfónica da Orquestra é uma celebração da própria orquestra e daquilo que só ela nos pode dar. O programa escolhido para este concerto ilustra-o com a estreia de uma obra de Daniel Moreira que dá voz a vários solistas e cria diálogos entre estes e a orquestra. Poucas composições sinfónicas são tão famosas como o “Bolero” de Ravel, considerado um verdadeiro tratado de orquestração. O seu carácter ritual e quase hipnótico representa na perfeição uma dança sedutora que Ravel imaginou para a famosa bailarina russa Ida Rubinstein. A segunda parte do concerto é preenchida pela “Sagração da Primavera”. Estreada em 1913 com grande escândalo, a obra mais célebre de Stravinski tornou-se um marco de virtuosismo para as orquestras de todo o mundo, sendo hoje em dia uma obra favorita das salas de concerto.

Prémio Novos Talentos Ageas 2019
3 outubro, sábado, 18h, Sala Suggia | 10 €
Concerto dos Finalistas
Pedro Borges piano
Federic Chopin Nocturno Op.27 n°1
Claude Debussy Prelúdio “La fille aux cheveux de lin”
Claude Debussy Prelúdio “Général Lavine”
Igor Stravinsky “La semaine grasse”, da suite “Trois Mouvements de Pétrouchka”

Maat Saxophone Quartet
Pedro Jorge Castro e Silva
Catarina Alexandra Faria Gomes
Daniel Ferreira Sousa Lourenço
Ana Mafalda Costa Oliveira

Rute Rita
Rute Rita voz
Miguel Amaral guitarra portuguesa
André Teixeira viola
Filipe Teixeira contrabaixo

Ao longo de 2019, o público da Casa da Música votou nos seus músicos e projectos favoritos, em cerca de 15 concertos de terça-feira ao fim da tarde. Com o objetivo de premiar o trabalho de jovens músicos com idade até 35 anos e de nacionalidade portuguesa ou residência em Portugal, de todos os géneros musicais, o Prémio Novos Talentos Ageas, uma parceria da seguradora com a Casa da Música, chega agora ao seu ponto culminante com a final disputada entre os três candidatos que obtiveram melhor classificação. Horácio Ferreira (clarinete) e o duo de piano de Sérgio de A e Bernardo Pinhal foram os vencedores da 1ª e da 2ª edição deste Prémio.

ores da 1ª e da 2ª edição deste Prémio.

PUB
Pingo Doce Sabe Bem

Viva! no Instagram. Siga-nos.