PUB
Recheio 2024 Institucional

Casa de Serralves apresenta “Paula Rego. O Grito da Imaginação”

Casa de Serralves apresenta

A exposição estará patente ao público na Casa de Serralves de 25 de outubro a 8 de março de 2020.

O núcleo de obras de Paula Rego na Coleção de Serralves, realizadas entre 1975 e 2004, é o ponto de partida para esta exposição monográfica intitulada “Paula Rego. O Grito da Imaginação”.

“A exposição que agora se apresenta vai habitar a Casa de Serralves e reúne trabalhos representativos de vários períodos da obra desta autora que definiu um novo paradigma na pintura portuguesa contemporânea”, lê-se na página da Fundação de Serralves.

“Paula Rego. O Grito da Imaginação” integra também duas séries de gravuras, “Pendle Witches” (1996) e “Skakespeare’s” (2006) do espólio da Casa das Histórias Paula Rego, “reforçando o pano de fundo desta mostra que incide sobre a capacidade da arte, nomeadamente na sua vertente figurativa, revelar universos onde a surpresa e o espanto se ancoram nos mais básicos e fundamentais anseios da sociedade contemporânea, do papel da mulher nesse universo e, finalmente, da capacidade da arte questionar o quotidiano”, acrescenta a instituição.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

De referir que, em 2004, o Museu de Serralves apresentou uma seleção da obra de Paula Rego produzida a partir de 1996, incidindo particularmente na relação entre a sua pintura e o desenho, assim como na construção de situações ficcionais singulares e idiossincráticas. Na altura, a mostra foi visitada por 157.443 pessoas.

Comissariada por Marta Almeida, “Paula Rego. O Grito da Imaginação” ficará patente ao público na Casa de Serralves até 8 de março de 2020.

Imagem: Filipe Braga, © Fundação de Serralves, Porto.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem