PUB
Sogrape - Mateus Rosé

Cartaz da Romaria da Agonia escolhido entre 80 propostas

Cartaz da Romaria da Agonia escolhido entre 80 propostas
Oitenta e duas propostas apresentaram-se este ano ao concurso para o cartaz da edição 2017 das festas da Agonia, sendo que duas foram desclassificadas, anunciou à Lusa a vereadora da Cultura da Câmara de Viana do Castelo.

“Superou as expectativas, não só em termos de números, mas também de proveniência geográfica”, afirmou Maria José Guerreiro. Em 2016, a Vianafestas, entidade que organiza a romaria, recebeu 28 propostas de concorrentes nacionais e internacionais.
Este ano, as propostas são de concorrentes de todo o país, “do Alto Minho ao Algarve e ainda do Brasil e da República Checa”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A dimensão nacional e internacional
“Isto significa que o concurso do cartaz atingiu uma verdadeira dimensão nacional e internacional. Acreditamos que a escolha, em 2016, de uma proposta de uma ‘designer’ brasileira para cartaz oficial das festas contribuiu para esta abertura. É uma aposta ganha”, sustentou Maria José Guerreiro.
O cartaz vencedor será anunciado “no início do mês de junho”. O concurso foi lançado pela Vianafestas no início de março. O prazo terminou no final de abril.
“Em 80 cartazes, temos pelo menos 240 pessoas envolvidas, o que quer dizer que durante dois meses vários autores nacionais pensaram na romaria e pesquisaram sobre ela. Podíamos ser nós a encomendar o cartaz, mas não teríamos todo este envolvimento em torno das festas”, referiu a vereadora da Cultura.
A beleza da mulher de Viana com o traje à vianesa, o primeiro do país a obter certificação, é um dos temas do concurso para a conceção do cartaz.
Os trabalhos devem ainda transmitir o “espírito” da festa datada da primeira década do século XX, “a alegria e a vida” que a caracterizam e a Imagem da Capela da Senhora d’Agonia ou da santa padroeira dos pescadores.
Os concorrentes, nacionais e estrangeiros, podiam participar individualmente ou em equipas, com duas propostas “inéditas e originais da autoria do candidato” que se destinem apenas para as festas.
O regulamento define ainda que “as propostas de cartaz pertencem à VianaFestas até à publicação das mesmas na exposição a ser realizada em agosto, durante as festas, e onde serão divulgados todos os trabalhos que se apresentarem a concurso, sendo que “os autores não podem, até essa data, divulgá-los através de qualquer meio”.

Os Critérios de Avaliação
Nos critérios de avaliação, o júri, composto por sete representantes de entidades de Viana do Castelo, vai premiar a “adequação e eficácia da mensagem ao tema do concurso, a originalidade e criatividade, a qualidade técnica e estética”.
O vencedor receberá um prémio pecuniário no valor de 500 euros e terá a sua criação espalhada pelo mundo para apresentar a maior romaria portuguesa.
No ano passado, segundo dados da VianaFestas, “mais de um milhão de pessoas passaram por Viana do Castelo nos três dias de festas da Senhora”.
A romaria vai decorrer entre 17 e 20 de agosto.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem