CIN - Branco Perfeito

Câmara do Porto aprova regulamentos para quatro feiras municipais

Câmara do Porto aprova regulamentos para quatro feiras municipais

As Feiras de Antiguidades e Velharias, de Artesanato da Batalha, de Numismática, Filatelia e Colecionismo e dos Passarinhos viram na passada segunda-feira os seus novos regulamentos aprovados pela Câmara Municipal do Porto. 

Em comunicado, a autarquia sublinha que cada uma das novas orientações pretende promover “uma melhor organização no funcionamento das feiras e mercados municipais”, adiantando que a Feira de Antiguidades e Velharias, organizada pelo município, se realiza ao terceiro sábado de cada mês na Praça de Francisco Sá Carneiro, também conhecida como Praça Velasquez. 

Por sua vez, a Feira de Artesanato da Batalha, dedicada à venda de artesanato, na Praça da Batalha, realiza-se de segunda-feira a sábado. Recordando que “ao longo das últimas décadas” nem sempre foi assim, estando os artesãos “arredados do local original desde que decorreram obras de requalificação na Praça da Batalha”, o município indica que conversou com os comerciais e lhes explicou que “era o momento de voltar ao local inicial”. “E fizemos mais: acabámos com mobiliário que usavam que era decrépito e investimos em novo mobiliário, que já está a ser utilizado pelos artesãos” e “exigíamos a todos os participantes que tenham carteira de artesãos”, lê-se ainda no Porto, evidenciando, assim, a vontade do município de que a feira “volte a ser efetivamente uma feira de artesanato”. 

As Feira de Numismática, Filatelia e Colecionismo e dos Passarinhos realizam-se, respetivamente, na Praça de João I e na Alameda das Fontainhas, ambas aos domingos de manhã. 

Na nota divulgada, a Câmara Municipal do Porto explica que, além da aprovação dos novos regulamentos destas quatro feiras municipais, o Executivo Municipal deliberou ainda, por unanimidade, desencadear o início do procedimento administrativo de revisão do regulamento do Mercado de Artesanato do Porto, que decorre na Praça de Parada Leitão de quinta-feira a domingo. 

De acordo com a proposta, que ainda vai ser submetida a Assembleia Municipal para promoção, está a mudança de nome do Mercado, que deverá passar a designar-se “Mercado do Sol”. 

“No mercado em apreço se, por um lado, a comercialização de peças artesanais é uma realidade, por outro, grande parte das peças em comercialização são parcialmente manufaturadas. Esta realidade implica que a designação até agora em vigor, não esteja ajustada à realidade comercial vigente”, sublinhou Ricardo Valente, vereador da Economia Turismo e Comércio, acrescentando ainda que o novo nome faria jus ao local onde está inserido. 

PUB
www.youtube.com/watch?v=sGBN85XLjXI/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_campaign=natal