Revista Sabe Bem PD - julho/agosto

Câmara do Porto apresenta linhas de construção do Batalha Centro de Cinema

Câmara do Porto apresenta linhas de construção do Batalha Centro de Cinema

“Os anos dourados vão regressar à película cinematográfica do Porto”, começou por escrever a Câmara Municipal do Porto, numa nota que evidencia as linhas de construção do Batalha Centro de Cinema, cuja inauguração está prevista para o início do próximo ano. 

Os quatro pisos do equipamento têm destinadas diferentes funcionalidades, com os trabalhos a decorrerem, no seu interior, a bom ritmo. No piso 0, à superfície da rua, está a ser construído um bar, resultante da recuperação do antigo salão de chá, que ficará igualmente equipado para exibições e performances, avança o município. 

Paralelamente, aponta, será também instalada uma loja de artigos de cinema, e criadas zonas administrativas e técnicas e ainda sanitários. 

Já o piso 1 está reservado à Sala Grande, composta por 341 lugares, dos quais 183 na plateia, 112 na tribuna (ao nível do pisco 2) e 42 no balcão, do alto do piso 3. A sala de projeção estará preparada para a “exibição de formatos digitais e analógicos” e nascerá também “uma galeria dedicada às artes visuais, com uma área aproximada de 65 metros quadrados”.  

“No andar de cima, o foyer lateral do piso 2 vai ser aproveitado para uma biblioteca especializada em cinema, com zona de leitura. Ao mesmo nível, levanta-se uma mediateca que pretende absorver o património fílmico da cidade do Porto, com um arquivo digital que vai ser trabalhado ao longo dos anos. E, para aguçar a curiosidade, prepara-se a Whitebox”, adianta a autarquia, depois de uma visita do presidente Rui Moreira ao espaço. 

O quarto e último piso do Batalha Centro de Cinema contará com uma nova Sala Estúdio, com capacidade para 126 lugares e igualmente apta a projetar “formatos digitais e analógicos, em caixa autónoma”, um bar e um “terraço com vistas para a praça, para o Teatro Nacional São João e para a Igreja de Santo Ildefonso”. 

O Batalha Centro de Cinema está a nascer sem desvirtuar a matriz art déco que o distingue, mas incorporando contemporaneidade e novos usos culturais, com a missão de envolver toda a comunidade. Registe o convite para a estreia desta longa-metragem, em que os figurantes são as estrelas do cinema, para o início do próximo ano”, resume o município portuense. 

Entre os trabalhos já executados, destaque para a remoção da cobertura de fibrocimento, no terraço, a impermeabilização do piso e a aplicação de soletos de betão. Além disso foi também já criada a “estrutura para receber as cadeiras das salas de cinema” e aplicada as “caixilharias e rebocos da fachada”. 

Os trabalhos em curso centram-se “na conservação e restauro do baixo-relevo da fachada”, estando ainda prevista a “execução de acabamentos” da mesma, “a aplicação de revestimentos acústicos; os revestimentos de paredes; trabalhos de carpintarias; a aplicação de cadeiras e de elementos de palco, como a teia e a cortina; e a colocação de todo o mobiliário”. 

Recorde-se que a empreitada em causa corresponde a um investimento municipal na ordem dos quatro milhões de euros.  

Foto: Filipa Brito | CM Porto

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=carne&utm_campaign=sabordomes