PUB
Philips S9000

Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia apoiou 2.251 famílias este ano

Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia apoiou 2.251 famílias este ano

Na reta final de 2021, um ano ainda marcado pela pandemia de covid-19 e pelos vários constrangimentos, económicos e sociais, por ela impostos, a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia efetuou um balanço dos apoios prestados à população com os programas “GaiaCuidador”, o Programa Municipal de Apoio ao Arrendamento e o programa de apoio à carência/emergência social.

No total, com estes três eixos de ação social, a autarquia apoiou 2.251 famílias ao longo deste ano, num investimento próximo dos 1,3 milhões de euros.

Através do programa “GaiaCuidador, uma resposta de proximidade, inovadora e única no país, implementado em março passado, a autarquia, apoiou 270 famílias, com a aprovação de 63 candidaturas de cuidadores informais não principais e de 207 de cuidadores informais principais.

Dotado de uma verba de 200 mil euros, o programa tem ainda 19 candidaturas a aguardar aprovação e 67 em fase de avaliação, indicou.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Por sua vez, através do Programa Municipal de Apoio ao Arrendamento, com uma verba aprovada, para este ano, de 900 mil euros, o município apoia, atualmente, 516 agregados familiares, tendo oito “a aguardar aprovação” e 41 “em avaliação”. No total, este ano, já investiu 899.907 mil euros.

Já no programa de apoio à carência/emergência social, com uma verba aprovada para 2021 de 250 mil euros, a Câmara de Gaia está a apoiar, até à data, 1.465 agregados familiares, com “maior incidência nas despesas de habitação, saúde e alimentação”.

Em comunicado, a autarquia liderada por Eduardo Vítor Rodrigues sublinha que os apoios em causa só são possíveis graças “ao trabalho em rede entre técnicos da Câmara Municipal, das juntas e uniões de freguesia, das empresas municipais e da rede social e educativa do concelho”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
PD- Literarura Infantil