Philips

Câmara do Porto suspende delegação de competências de transportes feita à AMP

Câmara do Porto suspende delegação de competências de transportes feita à AMP

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, comunicou esta quarta-feira à Área Metropolitana do Porto (AMP) que a autarquia vai suspender a delegação de competências na gestão da rede de transportes públicos.

“A gestão, o planeamento e a fiscalização da rede de transportes que operam no concelho do Porto vão regressar à esfera municipal. Até aqui, essa responsabilidade tinha sido conferida à Área Metropolitana [do Porto], através de um contrato interadministrativo onde se delegavam essas competências, à luz da Lei n.º 52/2015”, lê-se no portal de notícias da autarquia.

“Na reunião desta quarta-feira, o presidente da Câmara do Porto comunicou pessoalmente ao presidente do Conselho Metropolitano do Porto, Eduardo Vítor Rodrigues, e ao coordenador da Área Metropolitana do Porto para os transportes, Marco Martins, a decisão de avocar novamente essas competências”, acrescenta.

De recordar que a Câmara do Porto está a reorganizar o serviço de transporte público da cidade, com a transferência faseada dos terminais dos operadores privados da rua Alexandre Braga e Campo 24 de Agosto para o recém-criado Terminal do Dragão.

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=peixe&utm_campaign=sabordomes