CIN - Branco Perfeito

Câmara do Porto quer manter transporte para os centros de vacinação até junho

Câmara do Porto quer manter transporte para os centros de vacinação até junho

A medida que permite o transporte dos munícipes, em táxis, de e para os centros de vacinação contra a covid-19, a baixo custo, implementada pela Câmara Municipal do Porto, em março passado, pode ser alargada até 30 de junho do próximo ano.

A proposta, assinada pela vereadora dos Transportes, Ação Social e Proteção Civil, Cristina Pimentel, surge na sequência do “aumento do número de munícipes convocados para o reforço da vacinação” e vai a votos na reunião do executivo municipal, agendada para a próxima segunda-feira, 20 de dezembro.

Além disso, o “alargamento da vacinação a novas franjas etárias da população, designadamente, crianças”, o que “faz antever uma crescente procura do serviço de transporte em táxi” tiveram também na base desta proposta, lê-se na página oficial do município.

Recorde-se que a medida, em vigor até ao dia 31 de dezembro, possibilita o transporte dos munícipes do Porto, por apenas dois euros, em serviços de táxi, para os centros de vacinação. Por sua vez, caso o passageiro pretenda realizar o percurso de idade e volta o valor duplica para os quatro euros.

Os interessados podem requerer o serviço através do contacto telefónico 939 955 263.

Em causa está uma solução de mobilidade “rápida, cómoda e económica”, que surge através de um contrato com as centrais de táxi da cidade.

Até ao final do último mês de novembro, o serviço registou “quase 35 mil deslocações em táxi para a vacinação, o que corresponde a um montante superior a 186 mil euros, concedido pelo Município às centrais de táxis”.

PUB
www.pingodoce.pt/receitas/?utm_source=cm&utm_medium=cpc&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=etaobomcomerassim&utm_campaign=institucional