Philips

Câmara de Matosinhos quer reduzir uso de produtos de plástico

Câmara de Matosinhos quer reduzir uso de produtos de plástico

A Câmara Municipal de Matosinhos quer por em pratica medidas de combate ao desperdício de recursos plásticos nos seus serviços. Para tal, quer desenvolver ações de sensibilização nos próprios serviços e na população em geral.

“Tendo presente que de acordo com o estudo promovido pela Agência Portuguesa do Ambiente 58% do consumo de produtos descartáveis de plástico tem lugar no local de trabalho e de estudo importa, por isso, promover medidas para eliminação do uso de determinados plásticos de utilização única ou descartável”, lê-se na proposta que será discutida e votada na reunião pública do executivo municipal na próxima terça-feira.

O documento, intitulado”Medidas de Combate ao Desperdício de Recursos Plásticos”, prevê que de forma “gradual” sejam implementadas medidas de combate ao desperdício de recursos de plástico nos serviços da autarquia, nos órgãos representativos das autarquias, nos serviços da administração autárquica ou que se encontrem sob a sua gestão e também nos serviços concessionados ou patrocinados pelos órgãos autárquicos.

“É do conhecimento geral que no domínio do plástico assume particular importância os produtos descartáveis, de utilização única, cujos impactos negativos no ambiente ultrapassam, muitas vezes em larga medida, as vantagens associadas à sua utilização”, refere o documento.

De referir que a proposta surge na sequência de uma recomendação apresentada pelo PAN na Assembleia Municipal de Matosinhos de 10 de dezembro de 2018, aprovada por maioria.

A autarquia pretende assim reduzir o consumo de produtos descartáveis de plástico através da gradual proibição da utilização nos seus diferentes serviços, nomeadamente em bares e cantinas, escolas sob gestão municipal, empresas municipais, festas do concelho e atividades patrocinadas pelo município.

Uma outra medida a adotar será “a inclusão de práticas de marketing e merchandising ambientalmente sustentáveis, diminuindo a distribuição de ofertas e brindes em plástico nas mais diversas áreas de intervenção municipal”.

A proposta refere ainda a necessidade de proibição do lançamento de balões em todas as atividades promovidas ou patrocinadas pela autarquia, pelos seus órgãos representativos da autarquia e pelos serviços sob a sua gestão, avança o DN.

A Câmara de Matosinhos quer ainda desenvolver ações de sensibilização nos próprios serviços e na população em geral.

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=peixe&utm_campaign=sabordomes