PD -Revista Sabe Bem - Novembro

Bares do Porto pedem extensão de apoios para o setor

Bares do Porto pedem extensão de apoios para o setor

Na passada segunda-feira a Associação de Bares da Zona Histórica do Porto (ABZHP) pediu ao Parlamento que debata no imediato uma petição com seis mil assinaturas para que o tempo de vigência dos apoios ao setor dobre para 18 meses.

No seguimento, a ABZHP pediu também que a aplicação da actual lei do tabaco a bares e discotecas seja suspensa até outubro de 2022.

Mário de Carvalho, dirigente da ABZHP, refere que a petição pede que os apoios ao setor, concedidos para nove meses de período pandémico, sejam alargados a um total de 18 meses. “Fechámos todo esse tempo por decreto e as despesas continuaram a correr”, referiu.

De acordo com a ABZHP, a petição está do lado do Assembleia da República desde março e os fundamentos mereceram acolhimento unânime da Comissão Parlamentar de Economia, aguardando-se agora que algum partido proponha, em Conferência de Líderes, o agendamento da sua discussão.

“É crucial que um dos partidos possa propor o agendamento. De contrário, corremos o risco de todo o trabalho até feito ir parar ao caixote do lixo”, sublinhou o António Fonseca, presidente da associação.

“Não somos contra o espírito da lei, sempre fomos a favor, mas trata-se de uma altura complicada”, devido à pandemia, “em que os empresários lutam para sobreviver e não para fazer investimentos”, sublinharam.

PUB
track.adform.net/C/?bn=51188139

Viva! no Instagram. Siga-nos.