PUB
Sogrape - Mateus Rosé

Autarquia do Porto volta a tentar concessionar restaurante e café do Rivoli

Autarquia do Porto volta a tentar concessionar restaurante e café do Rivoli

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
A Câmara do Porto vai voltar a procurar concessionar o café e o restaurante do Teatro por um período de dez anos, num valor de 162 600 euros, depois de o concurso inicial não ter tido concorrentes.

De acordo com a proposta assinada pelo presidente, Rui Moreira, a ser discutida em reunião do Executivo na próxima semana, “é intenção do Município do Porto proceder à celebração de contrato para a cedência temporária do direito de exploração do Restaurante e da Cafetaria do Teatro Municipal Rivoli”, adquirindo ao mesmo tempo as “refeições a fornecer às equipas técnicas e aos artistas que, em cada momento, se encontrem a desenvolver atividades no teatro”.
A proposta prevê a submissão à Assembleia Municipal “para autorização prévia da assunção de compromissos plurianuais para os anos 2017 a 2026, que se estima em 199.998 (IVA incluído)”.
Segundo a projeção plurianual estimada, os valores com IVA deverão ser de 9999 euros para 2016, seguindo-se depois 19 999,80 euros por ano entre 2017 e 2025, sendo em 2026 novamente 9999 euros.
Em julho do ano passado a autarquia anunciou que “o restaurante e bar do Rivoli e o bar-teatro do Campo Alegre vão voltar a ter vida própria, depois de ter terminado o contrato de concessão anterior”.
“Agora, que a nova programação do Teatro Municipal do Porto está em velocidade de cruzeiro e os espetáculos estão repletos de novos públicos, a Câmara do Porto colocou a concurso a exploração dos espaços pelo prazo de 10 anos”, acrescentava o texto da autarquia, referindo-se ao concurso publicado a 13 de julho e que tinha um prazo de apresentação de candidaturas de 30 dias.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem