Pingo Doce Encomendas

Aumento de impostos para todos os portugueses

Aumento de impostos para todos os portugueses

«Estivemos à beira da bancarrota, a um passo de não ter condições de honrar compromissos internacionais, pagar salários e pensões», afirmou. «Graças à credibilidade que conseguimos temos melhores perspetivas de acesso ao mercado», acrescentou, realçando que Portugal regressou hoje aos mercados de obrigações.
As novas medidas de austeridade já foram aprovadas na sexta-feira por Bruxelas, segundo anunciou na segunda-feira o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso e passam pelo aumento da carga fiscal por via de impostos diretos, redução dos escalões de IRS, de oito para cinco, a inclusão de uma sobretaxa de 4% sobre os rendimentos auferidos e de uma taxa adicional de 2,5% para o último escalão do IRS. A devolução de um dos subsídios, retirados este ano aos funcionários públicos, e de 1,1 subsídio aos pensionistas foram também garantias dadas por Vítor Gaspar. A decisão de um aumento da tributação sobre o tabaco e bens de luxo foram, de igual forma, anunciadas pelo ministro que garantiu vir a proceder a cortes significativos na despesa pública a nível setorial. As empresas também não irão fugir a aumentos no IRC, como “medida estruturante” para a economia nacional.
Na quinta-feira, será a vez de o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, dar as suas justificações, no Parlamento, no mesmo dia em que as moções de censura apresentadas pelo PCP e pelo Bloco de Esquerda serão discutidas.

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/take-away/encomendas/menu-seleccao-do-chef/?utm_campaign=menuchef&utm_content=070720-menu&utm_medium=banner&utm_source=vivaporto&utm_term=banner

Viva! no Instagram. Siga-nos.