Poupar PD

Assembleia Municipal do Porto aprova Plano de Logística Urbana Sustentável

Assembleia Municipal do Porto aprova Plano de Logística Urbana Sustentável

Pouco mais de um mês depois de a Câmara Municipal do Porto ter submetido para aprovação da Assembleia Municipal o Plano de Logística Urbana Sustentável, que define as normas de regulação da atividade logística e algumas medidas de gestão a implementar na cidade nos próximos três anos, esta deu “luz verde” à proposta.

A medida foi aprovada na reunião extraordinária da última segunda-feira, com a abstenção do PS, BE e CDU.

Em comunicado, a autarquia liderada por Rui Moreira explica que a estratégia engloba “um conjunto de ações que visam assegurar a redução da poluição proveniente do tráfego de veículos associados à logística urbana e diminuir o nível de emissões de CO2 [dióxido de carbono], através do aumento da eficiência das operações de cargas e descargas, articulando-se com outras medidas que têm vindo a ser tomadas em matéria de transportes e mobilidade”.

Para o vice-presidente da Câmara Municipal, trata-se de um plano que “integra todos os interessados”. “Os efeitos da logística urbana sentem-se, têm impacto na nossa mobilidade. A logística urbana não pode desaparecer, é fundamental para as cidades e irá continuar a florescer. Cabe-nos ajudar os operadores a fazê-la da melhor maneira”, sublinho Filipe Araújo, também vereador com o pelouro do Ambiente e Transição Climática.

O responsável recordou que o município tem feito “um enorme trabalho transversal na implementação de medidas de mitigação das alterações climáticas” e deu como exemplos a implementação da gratuitidade dos transportes públicos até aos 18 anos e a implementação do PART.

Segundo avançou, os resultados atingidos até então permitem “perspetivar objetivos mais ambiciosos” e anunciou que, em breve, irá “levar ao Executivo uma proposta para uma meta superior. “Temos evoluído muito favoravelmente na redução de emissões de CO2. Podemos ambicionar mais”, completou.

O documento do Plano Municipal de Logística Urbana Sustentável, recorde-se, envolve nove medidas, que se dividem em três categorias de intervenção – a nível das infraestruturas, no campo dos regulamentos e incentivos e na gestão operacional.

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/sabe-bem-poupar-todos-os-dias/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=27012023-edicao71utm_campaign=sabebem