CIN

Apostas e Jogo Online em Portugal – é legal e licenciado?

Apostas e Jogo Online em Portugal - é legal e licenciado?

Perceba como jogar nos casinos online autorizados em Portugal. Tenha acesso aos melhores jogos de casino online licenciados e jogue com transparência e segurança.

Após quase duas décadas de jogo e apostas online sem regulamentação, a partir do ano de 2015 foi implementada uma regulamentação para todo o mercado, protegendo os dados dos jogadores, garantindo os seus direitos, bem como a transparência de todos os jogos disponibilizados. Contudo, para que possa jogar com total segurança online, é necessário prestar alguns cuidados, ao mesmo tempo que se tenta divertir ao máximo.

De facto, o número de operadores licenciados em Portugal tem subido a um ritmo acelerado desde esse ano de 2015. De tal forma que, por vezes, encontrar os melhores casinos online licenciados em Portugal não é o mais fácil. Assim, devido aos operadores listados no bestonlinecasino.com, já é possível perceber como encontrar o melhor casino de acordo com o seu perfil de jogador, mas também tendo em conta toda a proteção e segurança.

É importante realçar que o mercado regulamentado de jogo em Portugal está presente em Diário da República, tendo o SRIJ (Serviço de Regulamentação e Inspeção de Jogos) como sendo a responsável pela atribuição de licenças de jogo válidas em Portugal. Mais uma vez, o objetivo é que possa tirar o melhor partido do que os casinos online em Portugal de melhor tem para oferecer, sem que tenha que correr riscos desnecessários.

O que considerar para escolher um casino em Portugal seguro?

Primeiramente, antes de optar por avançar para o registo de conta do casino online licenciado em Portugal, é necessário ter em consideração diferentes pontos. Isto porque, por o mercado de jogo online português ser bastante atrativo para os operadores, poderá aceitar condições que não sejam tão vantajosas para o seu jogo, não o deixando tão confortável. Por isso mesmo, tenha em conta os seguintes fatores, que o vão ajudar a escolher um casino em Portugal seguro e confiável:

· Presença da licença de jogo válida, emitida pelo SRIJ – para que um casino online em Portugal esteja legalizado é necessário que este apresenta uma licença válida do SRIJ. Apenas dessa forma terá a garantia de estar a jogar com as melhores condições possíveis.

· Reputação e credibilidade do casino online – sem dúvida alguma que a própria reputação e presença forte de um casino online no mercado também deverá ser um ponto a considerar para a segurança das suas sessões de jogo. Felizmente, em Portugal existem alguns dos casinos online mais conceituados do mundo.

· Revisão e avaliação dos próprios jogadores – antes de escolher qualquer casino online em Portugal, tenha em conta quais são as opiniões e revisões feitas online por outros jogadores portugueses que já experimentaram e jogaram nesse mesmo casino. Dessa forma, conseguirá perceber com maior facilidade como poderá também ser a sua experiência.

· Métodos de pagamento que são disponibilizados – para que, quer seja no depósito ou no levantamento, não sinta qualquer desconforto ou riscos, opte por métodos que lhe passem confiança. Assim, deverá considerar elementos como o tempo de processamento, comissões cobradas e até privacidade no momento de escolher o melhor método para si.

· Presença de tecnologias de segurança avançadas – finalmente, um casino online que utiliza SSL em todas as páginas web, ou até mesmo criptografia para os ficheiros, está mais próximo de dar a segurança e proteção necessária para os seus jogadores. Logo, deverá também dar prioridade a esses casinos online em Portugal mais seguros.

Qual é a vantagem de existir um mercado de jogo online regulado?

Ora, se até 2015 o mercado de jogo e apostas online estava presente no mercado português por não existir qualquer tipo de regulamento, atualmente qualquer casino online em Portugal tem de obter uma licença de jogo válida, sendo só assim possível operar legalmente. Por isso mesmo é que essa maior restrição significou que alguns dos maiores operadores tivessem que sair do mercado português.

No entanto, essa acaba por ser uma das poucas desvantagens que os jogadores portugueses encontraram nesta legislação do jogo online. Isto porque, para além de terem os seus direitos salvaguardados e até garantia de depósito, em caso de dúvida os jogadores já têm Entidades competentes onde poderão fazer queixa ou denunciar algum tipo de informação.

Somando a isso, qualquer casino online legal em Portugal, com licença emitida pelo SRIJ, terá que, obrigatoriamente, apresentar um serviço de apoio ao cliente totalmente em português e que esteja sempre disponível para responder às questões dos jogadores portugueses. Portanto, também em todo o processo de acompanhamento terá uma maior proteção e um nível de profissionalismo mais avançado. Por estas razões é que já não há motivos para se questionar quanto à seriedade e transparência dos jogos online apresentados pelos casinos online autorizados em Portugal.

Que tipo de vantagem o Estado português obteve?

Se os jogadores portugueses estão agora mais protegidos com a regulamentação do jogo online, a verdade é que esta legislação também acabou por beneficiar as receitas que o Estado português alcança todos os trimestres com esta atividade regulada. Para que se tenha uma noção, apenas em impostos pagos ao Estado português, resultantes do jogo online, este já recebeu quase 400 milhões de euros. Ou seja, antes desta regulamentação, essas centenas de milhões iriam acabar por não sobrar para o Estado português.

Logo, existe um grande incentivo fiscal para que o Estado português possa continuar com esta regulamentação, uma vez que está a ser altamente proveitosa para as receitas fiscais e para todos os portugueses, ainda que de uma forma mais geral. Na verdade, é crucial relembrarmo-nos que, durante praticamente um ano, apenas os jogos da Santa Casa eram permitidos, sendo esta uma ausência que poderá ter custado caro aos cofres do Estado.

Sem dúvida alguma que, durante os anos de 2014 e 2015, os jogadores portugueses estiveram muito limitados em relação aos jogos online que tinham à sua disposição. De tal forma que, a dado momento,

apenas era possível jogar as famosas “raspadinhas” ou então algumas lotarias, sendo todas elas da autoria do Estado. Certamente que esta enorme limitação acabou por frustrar muitos jogadores portugueses, uma vez que estes estavam habituados, até então, a poder jogar em dezenas de casinos online diferentes.

Dessa forma, esta legislação, contando com quase 20 casinos online autorizados em Portugal, já permite que, legalmente, os jogadores portugueses já tenham acesso a jogos famosos online como as slots, roleta, blackjack, keno, craps, vídeo poker e entre muitos outros. Porém, como poderá concluir abaixo, ainda existem algumas limitações deste regulamento aos casinos online em Portugal.

Talvez por isso as críticas à regulamentação também estejam a ganhar alguma força entre jogadores e os próprios operadores. Para além das limitações aos jogos online apresentados, estes também se queixam da quantidade de taxação e impostos que têm de pagar por volume de negócio e não, necessariamente, pelos lucros que obtêm.

Existem limitações aos jogos do casino em Portugal?

De facto, se existe já uma boa variedade de jogos online legalizados que poderá jogar nos casinos em Portugal, é importante também fazer referência a uma grande ausência neste mercado regulamento nacional: a não existência de qualquer tipo de casino ao vivo online. Sendo esta uma versão de jogo cada vez mais popular, são muitos os jogadores nacionais que não percebem porque, até ao momento, os operadores legalizados não têm autorização para poderem apresentar alguns títulos no casino ao vivo.

Comparado muitas vezes com a experiência que obtém ao jogar no casino físico, os jogadores portugueses pedem também que possa existir uma revisão na regulamentação, permitindo assim que os operadores licenciados já possam apresentar alguns jogos de casino ao vivo. Ora, não existem dúvidas que esse seria um passo para que o jogo online em Portugal ainda se popularizasse mais.

Artigo Patrocinado

Viva! no Instagram. Siga-nos.