Sabe Bem

Anteprojeto da nova ponte da Metro prevê zonas de apoio e lazer nos pilares

Anteprojeto da nova ponte da Metro prevê zonas de apoio e lazer nos pilares

Esplanadas e elevadores, tanto na cidade do Porto como em Vila Nova de Gaia, nos pilares da nova ponte do Metro do Porto sobre o rio Douro. Estes são, ao que tudo indica, alguns dos pontos previstos no anteprojeto de arquitetura, assinado em novembro passado pelo arquiteto José Carlos Nunes de Oliveira.

De acordo com informação avançada pelo Porto Canal, com base numa análise efetuada pela Agência Lusa ao documento, um dos pilares da nova ponte vai surgir na Rua do Ouro, no Porto, no “local onde atualmente está um posto de abastecimento”. “Ali está prevista a criação de uma praça com ligação às cotas superiores por meio de um elevador, bem como de um edifício comercial com vista para o rio”, lê-se.

Ainda no Porto, acrescenta, na zona do Cais do Bicalho estará prevista uma “praça dividida em plataformas” e um “acesso privilegiado para os itinerários culturais da Rua e Travessa do Gólgota, à cota mais alta”.

Já à cota baixa, pretende-se que a praça “dê acesso ao passeio, à linha do elétrico, à Calçada do Ouro, a uma esplanada, um jardim, a espelhos de água a instalar no local, a um parque de bicicletas e trotinetes e a um elevador público”.

Por sua vez, em Vila Nova de Gaia, estarão previstas duas plataformas de observação, com possível estabelecimento comercial, na Rua do Cavaco. “A proposta em anteprojeto para a base do pilar visa a «criação de um plinto de observação, dividido em dois níveis», embora «as características locais não propiciem a exploração comercial ou turística, como acontece na margem oposta» (…) Ainda assim, a arquitetura propôs «um espaço coberto e fechado em vidro que pode acolher serviços permanentes de manutenção à ponte, ou ser utilizado como centro interpretativo, ou porventura como pequena estrutura de restauração e bebidas»”, escreve o Porto Canal.

De referir que o concurso público de construção da Linha Rubi, que ligará o Porto e Gaia entre as estações da Casa da Música e Santo Ovídio, deverá ser lançado até março.

“No âmbito do projeto e do lançamento do concurso público, poderá ainda haver alterações ao anteprojeto”, completa a notícia divulgada.

PUB
www.pingodoce.pt/receitas/?utm_source=cm&utm_medium=cpc&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=etaobomcomerassim&utm_campaign=institucional