Philips

Ansiedade e depressão levam portugueses a procurar ajuda

Ansiedade e depressão levam portugueses a procurar ajuda

A conclusão é de um estudo realizado pela plataforma online Fixando, que verificou que, entre os meses de junho e julho, a procura de serviços de psicologia, aconselhamento e psicoterapia aumentou 312%. De acordo com os dados divulgados, a ansiedade, a depressão e os distúrbios matrimoniais estão na origem deste aumento expressivo.  

Com a promoção do bem-estar e da importância da saúde mental nos últimos anos, deixando de lado o tabu que se ramificou à volta do assunto, os portugueses sentem cada vez mais a preocupação e a necessidade de prestarem atenção às duas “doenças do século”, sublinha a plataforma, em comunicado enviado às redações. 

Os principais sintomas identificados pelos indivíduos que procuram ajuda são a ansiedade, a depressão e a tristeza, sendo que o nervosismo, o cansaço e a dificuldade em dormir são os motivos mais comuns relatados pelos inquiridos. “Ao procurarem ajuda, pretendem gerir a ansiedade e o stress, melhorar a qualidade de vida e lidar com a depressão”. 

O estudo verificou ainda que o aconselhamento matrimonial tem sido também um dos motivos fortemente apontados pelos portugueses na procura de ajuda, sendo o principal objetivo de 71% dos casais “restituir a confiança e melhorar a comunicação”. 

Mais de 10% da procura por este tipo de serviços localizou-se no Porto. 

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/sabe-bem-cozinhar-por-tao-pouco/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=052022-sabebem67&utm_campaign=sabebem

Viva! no Instagram. Siga-nos.