PUB
Recheio 2024 Institucional

Alunos do Porto criam caixa dobrável para alimentos

Alunos do Porto criam caixa dobrável para alimentos

Um grupo de alunos do ensino secundário do Porto desenvolveu uma caixa hermética dobrável para guardar alimentos, que facilita a sua arrumação e transporte. Este foi um dos projetos premiados na Mostra Nacional de Empreendedorismo.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Para além do facto de ser dobrável, permite resolver o “problema da perda das tampas”, visto que estas “são guardadas juntamente com as caixas”, disse à Lusa Alexandra Morais, da Escola Secundária Clara de Resende, no Porto, um dos cinco elementos do projeto ‘Fold it’, que conquistou o primeiro lugar nesta competição, ao nível do ensino secundário, com um prémio de mil euros.
As “caixas herméticas para armazenamento são um elemento chave em qualquer casa” pois permitem “transportar, arrumar e armazenar alimentos mais facilmente, devido à sua forma e ao facto de serem totalmente selados”, explicou.
De acordo com a aluna, a arrumação destes objetos quando estão vazios é “um desafio diário” e é isso que esta caixa dobrável, designada ‘Happa’, “vem solucionar”.
Alexandra Morais garantiu que este prémio é “um grande impulso” para a continuação deste projeto e o “reconhecimento do trabalho árduo” que o grupo teve ao longo de quase dois anos.
Na 1.ª Mostra Nacional de Empreendedorismo, evento organizado pela Fundação da Juventude, que decorreu na Alfândega do Porto, estiveram em competição os 50 melhores projetos selecionados a partir do Concurso Nacional de Jovens Empreendedores, que se realizou pela primeira vez este ano.

Outros projetos premiados
Dos projetos do ensino secundário foram ainda distinguidos o ‘Quickly heal’, da Eptoliva – Escola Profissional de Oliveira do Hospital, Tábua e Arganil, o ‘Energetic Stick’, do Agrupamento de Escolas de Ribeira da pena e o ‘Petsitter’, da Escola Profissional da Serra da Estrela.
Ao nível do ensino superior, o projeto vencedor foi o ‘MedBOX’, das alunas Mariana Garcéz, Diana Mota e Catarina Cardoso, do curso de Enfermagem da Escola Superior de Santa Maria, no Porto, às quais foi atribuído um prémio de 1.500 euros.
O ‘MedBOX’ inclui uma caixa de medicamentos eletrónica com seis compartimentos, que ajuda doentes e idosos a tomar a medicação, abrindo somente segundo as indicações registadas numa aplicação instalada nos ‘smartphones’, criada para controlar a toma e a reposição dos medicamentos.
Esta solução permite também fazer o registo da medicação, registar a glicemia, a tensão arterial e o colesterol, bem como a ficha médica do doente, o que facilita o trabalho do médico e do utente, podendo ser utilizada em casa, em lares, em hospitais e em centros de dia.
Para além deste, dos trabalhos desenvolvidos pelo ensino superior, foram premiados o ‘OMNITRAVEL’, da Universidade de Coimbra, e o ’24Nanny – A Babysitter ideal para si à distância de um click’, da Escola Superior de Santa Maria, no Porto.
A Mostra Nacional de Empreendedorismo, que teve como intuito promover o empreendedorismo criativo e social, envolveu 140 participantes, orientados por mais de 35 professores de cerca de 40 instituições de ensino, e atribuiu prémios no valor total de 5.750 euros.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz