Sabor do mês PD - carne

30% das famílias quer trocar a luz e gás em 2021

30% das famílias quer trocar a luz e gás em 2021

A pandemia de covid-19 teve um forte impacto nas finanças dos portugueses, afetando o rendimento de 68% das famílias, e, por sua vez, aumentou também os consumos de energia de 90% dos agregados familiares.  

Estas são conclusões da Comparamais, com base num inquérito efetuado junto dos seus clientes, que mostrou ainda que 30% dos inquiridos pretende mudar de fornecedor de eletricidade este ano. O estudo em causa evidenciou também as vantagens em comparar, revelando que das pessoas que usaram um simulador de preços em 2020, 27% viu a sua fatura anual baixar mais de 300 euros. 

De acordo com a Comparamais, a fatura de energia subiu para 90% das famílias, no último ano. Destas, 66% afirmou que o aumento foi entre 10 e 50 euros, contudo para mais de 15% a diferença supera os 50 euros. 

As principais razões apontadas pelos inquiridos foi “teletrabalho” e o facto de cozinharem mais vezes em casa. “O elevado custo da energia em Portugal fica também evidente, com 75% a gastar mais de 50 euros mensais e 17% a pagar mais de 100 euros por mês”, lê-se na nota divulgada. 

De forma a conseguirem poupar mais dinheiro no decorrer deste ano, que continuará a ser fortemente marcado pela pandemia e pelas consequências a ela associadas, como a obrigatoriedade do teletrabalho, 30% dos inquiridos assegurou que mudará de fornecedor de luz ainda este ano.  

“E 80% afirma que vai usar plataformas de comparação, antes de tomar a sua decisão, para descobrir a melhor tarifa”, refere a empresa, acrescentando que a investigação em causa permitiu “demonstrar as vantagens dos simuladores de energia”. 

Segundo o inquérito, 27,4% dos utilizadores que recorreram a esta ferramenta em 2020 pouparam entre 25 e 50 euros por mês, reduzindo os seus gastos anuais em mais de 300 euros. 

O diretor de energia da Comparamais acredita que a mudança de fornecedor de energia poderá permitir uma poupança considerável, sublinhando que o facto de 80% das pessoas afirmarem que vão recorrer a um simulador antes de mudarem de serviço comprova as vantagens destas ferramentas. “Numa altura em que é preciso reduzir as despesas, fazer a comparação de preços de energia é uma excelente forma de poupar dinheiro”, completa Rui Mota. 

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/diga-ola-ao-verao-com-a-sabe-bem/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=sabebem&utm_campaign=sabebem